RSS

Marmoraria vai responder por crime ambiental

31 jul

Uma empresa de mármores de Canoinhas será responsabilizada pelo despejo irregular de restos de túmulos em um terreno baldio localizado no Bairro Campo D’Água Verde. 

 

como-montar-uma-marmoraria-300x192De acordo com o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Adinor da Silva, a marmoraria foi contratada por pessoas que possuem familiares sepultados no Cemitério Municipal de Canoinhas, para realizar o serviço de reforma de alguns túmulos.

”A marmoraria teria contratado outra pessoa para recolher e dar destinação correta aos entulhos, porém esta pessoa provavelmente depositou os detritos no terreno baldio”, explicou Silva.

O secretário disse que mesmo que não tenha sido a marmoraria que lançou os entulhos no local, a responsabilidade é dela.

”Baseado nos nomes que estavam nos restos das lápides que estavam no terreno, nós consultamos o banco de dados dos cemitério de Canoinhas e constatamos que o material tinha sido retirado do cemitério municipal”, explicou o secretário.

”Descobrimos que a marmoria havia solicitado autorização da empresa que administra o cemitério municipal para realizar as reformas dos túmulos, dai foi fácil descobrir o que havia ocorrido”, relatou Adinor.

Segundo ele a marmoaria foi notificada e terá um prazo de cinco dias para retirar os entulhos do local e dar a destinação correta ao material.

Segundo Silva em Canoinhas somente a empresa GR Soluções Ambientais tem autorização para receber este tipo de material.

O secretário disse que não poderia informar o nome da marmoaria responsável pelo episódio, mas garantiu que os órgãos ambientais (Fatma e Polícia Ambiental) serão comunicados e poderão multar a empresa, já que o fato caracteriza-se como crime ambiental.

Entenda o caso:

Restos de túmulos e lápides foram encontrados por populares na manhã desta quarta-feira (17) em um terreno baldio localizado na esquina das ruas Julio Budant Neto com Antônio Massaneiro no Bairro Campo D´Água Verde.

Entre os entulhos era possível verificar as lápides com nomes e datas de nascimento de falecimento de várias pessoas. O dono do terreno, que não sabia quem havia depositado o material em seu imóvel, denunciou o caso ao radialista Chico Mineiro da Rädio 98 FM, que foi até o local e fotografou tudo.

Fonte: Portal de Canoinhas

 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 31, 2013 em Noticias

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: